Biscoito de baunilha com geleia de acerola

030b

Como prometido no último post, hoje mostramos uma maneira bem bacana e gostosa de usar sua geleia de acerola: em biscoitos de baunilha. Fica bom demais!!! O docinho do biscoito com o leve sabor azedinho da acerola fazem uma combinação perfeita. O biscoito fica macio mesmo depois de alguns dias, nem parece ser sem glúten. Além disso, é muito fácil de fazer, vejam só!

Ingredientes028b

1 ovo de linhaça (receita aqui) feito com 4 colheres (sopa) de água

1 colher (sopa) de fermento químico

100g de farinha de amêndoas

100g de farinha de arroz

120g de açúcar demerara

4 colheres (chá) de água

1 colher (chá) de essência de baunilha (opcional)

 Modo de fazer

Numa tigela, bata com um fouet ou um garfo o ovo com o açúcar até formar um creme. Acrescente os demais ingredientes (fermento por último) e misture com as mãos até que fique homogêneo. Molde os biscoitos, fazendo um buraquinho mais fundo no meio para colocar a geleia de acerola. Leve a assar em forno preaquecido a 200 oC por 25 minutos.

Rendimento: 30 biscoitos

Filmamos o passo a passo para vocês, é bem rapidinho e prático.

Demais, não é mesmo? Nós tivemos de fazer outras vezes, pois na primeira vez acabou tudo no mesmo dia, nem deu para testar a consistência depois. hahaha Fica muito gostoso, gente, vale a pena fazer. A combinação de sabores é divina!

031b

Beijos, Letícia e Regina

Anúncios

Geleia caseira de acerola

IMG_4641b

Hoje tem uma receita deliciosa e bem bacana para vocês: geleia caseira de acerola! Quem preparou essa geleia foi meu pai, ele é o chef no quesito geleias lá de casa. Ele mesmo colhe as acerolas orgânicas lindas do quintal, faz o suco e transforma nessa geleia maravilhosa. A receita é moleza, prática e fácil, já fizemos quatro vezes e não tem erro, vejam só…

Ingredientes

2 copos de suco de acerola (nosso copo tem 300ml)

3/4 copo de açúcar demerara, mascavo, de coco ou branco (fica a seu critério)

Modo de fazer

Colocar as acerolas já lavadas no liquidificador com pouca água, apenas o suficiente para triturá-las. Use a função “pulsar” somente até separar a polpa para evitar o amargo da semente. Coe primeiro com uma peneira de orifícios maiores e, em seguida, utilize uma peneira mais fina para que fique apenas com o suco.

Adicione o suco e o açúcar na panela e leve ao fogo baixo por cerca de 30 a 40minutos, mexendo de vez em quando. Deixe esfriar e mantenha em geladeira. Você deve tirar antes de obter uma mistura muito grossa, tire ainda mais ralo, pois na geladeira a geleia adquirirá ainda mais consistência. Uma dica é tirar um pouco e levar ao congelador por alguns minutos para que você possa ver a consistência quando gelada, aí você saberá se já está bem no ponto e se pode tirá-la do fogo.

IMG_4644b

Confiram o vídeo com o modo de fazer dessa geleia:

Bem fácil, não é mesmo? E fica boa demais!!! Uso para rechear tapioca, com bolacha de arroz, com o meu pão no café da manhã, com tostex (receita aqui), em cuca ou em biscoitos – aguardem que logo tem receita de biscoito de baunilha com geleia de acerola! 😉

Beijos, Letícia, Regina e Oswaldo

Salada colorida

009b

O post de hoje é especial para a #segundasemcarne e tem uma convidada muito importante, minha sobrinha Júlia. ❤ Ela quis criar uma receita especial para o SOS Intolerante e resolveu reproduzir para vocês a salada que ela faz para o jantar na casa dela, com ovo cozido, mas dessa vez na versão própria para intolerantes e veganos. Ficou linda, bem colorida, e deliciosa! A Ju tem 7 anos e adora ajudar na cozinha. A salada foi totalmente criação dela e ela fez tudo sozinha. Muito legal, né? Ela mesma se serve sozinha nas refeições e recheia o prato de saladas variadas, come de tudo, lindo de se ver. No próximo post a Ju vai fazer biscoitos de amendoim sem glúten, sem lactose, sem ovo e sem soja, aguardem!!! 🙂

Ingredientes012b

1 bandeja de tomate-cereja

1 pacote de minicenouras

1 xícara de milho

1 xícara de ervilha

Alface

Rúcula

Modo de fazer

Comece pela alface, faça uma “caminha” para os demais ingredientes. Depois, adicione o milho, a ervilha, meia bandeja do tomate-cereja, minicenouras e folhas de rúcula. Finalize com o restante do tomate-cereja. Se você não for intolerante, pode colocar pedacinhos de ovo cozido e queijo ralado.

A Ju fez um vídeo para vocês conferirem como ela prepara essa super salada colorida! Vejam só, ela não é demais?

A salada ficou lindona, nossa chef Juju arrasou na produção! Ela já foi convocada para preparar muitas receitas para o SOS Intolerante, todo mundo provou e aprovou!

Beijos, Letícia, Regina e Júlia

Empadão sem glúten, sem lactose e sem ovo

034b

Oi, gente! Hoje tem uma receita boa para fazer num almoço de final de semana, essa é pra impressionar, e é sem glúten, sem lactose e sem ovo: empadão de frango. Huuuum, delicioso! Nosso recheio foi frango, mas você pode fazer o de sua preferência. Com a massa é vegana, você pode substituir o recheio por legumes, também fica uma delícia!

Ingredientes

2 ½ xícaras de farinha sem glúten (usamos a Aminna)038b

1 colher (sobremesa) de sal

1 colher (sobremesa) de fermento químico

2 colheres (sopa) de azeite ou óleo

50g de gordura vegetal

1 ovo de linhaça (receita aqui) ou 1 colher (sopa) de No Egg com 2 colheres (sopa) de água

1 xícara de leite de arroz (receita aqui)

Recheio: ½ kg de peito de frango (cozido e desfiado) refogado com 1 tomate sem pele e sem casca, 1 cebola grande, 1 caldo de legumes sem glúten, sal, salsinha e cebolinha a gosto.

Modo de fazer

Misture todos os ingredientes em uma bacia e mecha bem com as mãos até que fique homogêneo. Deixe a massa descansado por 10 minutos e a abra, entre plásticos, com a ajuda de um rolo de macarrão (no vídeo você pode ver com detalhes esse processo, é fácil, fácil). Depois coloque a massa num refratário e espalhe por todo ele; em seguida, coloque o recheio e, por fim, feche com mais uma camada de massa.

Pincele café preto frio sem açúcar por toda a massa (esse processo substitui a gema do ovo pincelada, se você também tiver intolerância, assim como eu), isso a deixará com aquele aspecto douradinho. Leve a assar em forno a 200 oC por 30 minutos.

Confiram o vídeo o passo a passo dessa receita:

Boa demais, gente! Essa vocês precisam experimentar! Quem fizer conta pra gente!

Beijos, Letícia e Regina

 

Patê de ervilha

018b

Oi, gente! Hoje tem um post bem bacana no blog. A Natue nos propôs um “desafio” e nós topamos na hora! O time de nutricionistas da Natue criou uma receita especial para o SOS Intolerante e nós a reproduzimos e adoramos!!! Por isso, hoje compartilhamos com vocês essa receita deliciosa e excelente para servir de entrada com torradinhas ou bolachas de arroz e fica delicioso como recheio de tapiocas e panquecas. Não adianta torcer o nariz porque é de ervilha, o sabor se harmoniza e fica muito suave, os ingredientes combinam muito bem e dá ao patê um sabor delicioso e único, bom demais. Aqui em casa todo mundo aprovou, não foi só a intolerante não.

Além disso, esse patê de ervilha é rico em proteínas vegetais de excelente qualidade, fornecendo boas quantidades dos aminoácidos essenciais, inclusive os BCAAs (leucina, isoleucina e valina), que são aminoácidos importantes para quem pratica exercícios físicos, já que atuam na manutenção da massa muscular, constituindo 1/3 dos músculos. Também são importantes para o fígado, ajudando a eliminar substâncias tóxicas como a amônia.

Ou seja, esse patê é tudo de bom – e o melhor: facílimo de fazer! Bora aprender essa receita!

Ingredientes012b

2 xícaras (chá) de ervilha congelada

1 dente de alho amassado ou 1 cebola pequena picada

1 colher (sopa) de tahine (encontre aqui)

Suco de meio limão

2 colheres (sopa) de azeite

Mix de tempero natural com pimenta ou sal e pimenta a gosto

Modo de fazer

Coloque as ervilhas em água fervente e deixe cozinhar até amolecerem (cerca de 5 minutos), não deixe a ervilha ficar muito mole nem perder sua cor verde viva. Escorra, reserve a água do cozimento e coloque as ervilhas em um processador de alimentos. Adicione o restante dos ingredientes e bata até formar um creme. Se necessário, adicione aos poucos, um pouco da água do cozimento da ervilha (usei 4 colheres de sopa), para ajudar a bater e ficar com consistência de uma pasta.

016b

Servimos com as torradas veganas (sem glúten, lactose e ovo) da Schär (encontre aqui) e polvilhamos sementes de chia da Nu³ Naturals (encontre aqui) por cima.

Confiram no vídeo o passo a passo dessa receita:

Muito legal, não é mesmo? Fácil, prática, deliciosa e cheia de benefícios para o corpo, impossível não amar! ❤ Nós adoramos e agradecemos a Natue por compartilhar conosco essa receita incrível. Se você não conhece a loja, corre conhecer. Eu sempre compro muitos dos meus produtos naturais por lá, o preço é excelente e a variedade é sensacional. Esperamos que vocês todos tenham gostado!

Beijos, Letícia, Regina e Natue

Panqueca proteica

IMG_4319b

Hoje tem um super Fique Fit no blog com a participação do marido, Marcel, e da nossa amigona do coração, Eviilyn. Ambos compartilham várias dicas fit e bacanas no instagram, vocês precisam conferir: @dicasfitdomarcel e @formiguinha_fit. E hoje eles se juntaram para preparar uma receita especial para o SOS Intolerante: Panqueca proteica. E a panqueca foi recheada com a nossa deliciosa manteiga vegana de castanha-de-caju (receita aqui). É suuuuuuper fácil de fazer, moleza, e fica um charme. Eles montaram quase um Naked Cake Proteico, de tão lindo que ficou! Confiram…

Ingredientes

2 claras
3 colheres (sopa) de quinoa
1 colher (sopa) de chia
1 colher (sopa) de cacau 100%
2 colheres (sopa) de farinha de coco
1 colher (sopa) de mel

Modo de fazer

Em um recipiente, misture muito bem todos os ingredientes com um fouet ou um garfo, até que fique uma massa homogênea. Leve a assar em uma panquequeira ou frigideira untada com óleo de coco, asse bem dos dois lados. Depois, a montagem fica a seu critério, nós cortamos em quadrados e recheamos com a manteiga vegana de castanha-de-caju. Basta intercalar fatias da panqueca com recheio e pronto, aí está sua panqueca proteica lindona.

Vejam só o vídeo com o passo a passo rapidinho dessa receita que os dois gravaram para o nosso blog, eba!

Bacana, né gente? Fica aí uma excelente ideia de pré-treino para vocês, bem simples e rápida de fazer. Esperamos que tenham gostado, nosso agradecimento mais que especial ao Marcel e à Evillyn!

Beijos, Letícia e Regina

Pão de fôrma com fermento químico

029b

Oi, gente! A receita de hoje é, mais uma vez, para aqueles que sofrem com intolerância ao fermento biológico, mas que não abrem mão de um pãozinho (para mim, café da manhã sem pão não é café da manhã de verdade). Por isso, compartilhamos a nossa receita de pão de fôrma caseiro com fermento químico. O pão fica bem gostoso, é uma excelente opção. Claro que ele não cresce e não fica tão macio quanto um pão com fermento biológico, não tem como comparar, mas fica superbacana! Além disso, são poucos ingredientes e é fácil de fazer, bora aprender!

Ingredientes004b

2 copos de leite de arroz (receita aqui)

2 ovos de linhaça (receita aqui)

4 colheres (sopa) de açúcar demerara

3 colheres (sopa) de óleo

1 colher (café) de sal

400g de farinha sem glúten (usamos da marca Aminna)

2 colheres (sopa) de fermento químico

Modo de fazer

No liquidificador, bata muito bem o leite de arroz, o ovo de linhaça, o açúcar demerara, o sal e o óleo. Leve essa mistura à batedeira e bata com a farinha sem glúten. Quando estiver bem homogêneo, adicione o fermento e bata apenas até incorporar. Disponha em uma forma de pão untada e asse em forno a 180 oC por cerca de 40 minutos.

Moleza, não é mesmo? Receita boa é receita simples e gostosa, como essa! Esperamos que vocês tenham gostado, não se esqueçam de nos contar o que acharam quando fizerem.

Beijos, Letícia e Regina

Palitinho de ervas finas (vegano e sem glúten)

042b

Oi, gente! Hoje tem uma receita bem bacana para vocês: palitos de ervas finas sem glúten, sem lactose, sem ovo, sem soja. Ficam deliciosos, é uma opção para servir para os amigos como petisco, alguma entradinha etc. Usamos algumas farinhas diferentes e “do bem” para deixar os palitinhos numa versão mais saudável para comer sem medo de ser feliz. 🙂 Nesse dia tivemos a companhia da nossa amiga querida, a Evillyn, nossa @formiguinha_fit; ela estava tímida e não quis aparecer no vídeo, mas também colocou a mão na massa conosco.

Ingredientes

2 “ovos” de linhaça (receita aqui)

1 colher (sopa) de fermento químico048b

1 colher (chá) de sal

4 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem

50g de fécula de batata

100g de farinha de grão-de-bico

100g de farinha de arroz integral

4 colheres (sopa) de água

1 colher (sopa) de ervas finas (usamos alho-poró, orégano e alecrim, todos desidratados)

Sal grosso e ervas finas para decorar

Modo de fazer

Numa tigela, bata os ovos com o azeite de oliva usando um fouet ou um garfo. Depois, a essa mistura acrescente os demais ingredientes e mexa bem até que fique uma massa homogênea.  Faça tirinhas/cobrinhas finas com a massa e corte do tamanho desejado. Passe os palitos no sal grosso e ervas finas e disponha-os em uma fôrma forrada com papel-manteiga untado com azeite de oliva. Leve a assar em forno preaquecido a 200 oC por 20 minutos.

049b

Confiram o vídeo com o passo a passo da receita:

Esperamos que tenham gostado de mais essa receita. Por aqui ela foi aprovada por todos, acabou no mesmo dia! hahaha 😀

Beijos, Letícia e Regina

Maionese vegana

004b

Oi, gente! Hoje tem uma receita muito fácil de fazer e que vai salvar a vida dos intolerantes: maionese vegana! Isso mesmo, maionese sem ovo (é sem leite também, mas não vai leite na receita de maionese, então abafa o caso… hahaha). É moleza de preparar, e o sabor fica delicioso. O gosto e o cheiro me lembram o da maionese de batata, aquela clássica de churrasco, uma delícia. Quem nos passou essa receita foi a Glória, mãe da Nati, minha amiga de infância (muito obrigada pela receita, amamos demais! <3), e desde então já fizemos diversas vezes. Fica ótima com a batata para uma maionese de batata, na torta-fria, salgados ou até mesmo como um molho para petisco.  A receita original é daqui, mas nós mudamos um pouco e saiu esta que compartilhamos com vocês. Ela tem um rendimento bacana, então a nossa receita é pequena, mas você pode dobrar a quantidade de ingredientes para fazer mais maionese.

Ingredientes

1 cenoura média005b

1 batata-inglesa média

½ colher (chá) de sal

½ colher (chá) de pimenta moída

½ colher (chá) de mostarda

½ colher (chá) de suco de limão

2 colheres (sopa) de leite de arroz

1 colher (sopa) salsinha e cebolinha

¼ de copo de azeite de oliva extravirgem

Modo de fazer

Primeiro, cozinhe a cenoura e a batata com pouco sal. Escorra e deixe-as esfriar. Depois, bata todos os ingredientes no liquidificador até que vire uma mistura bem homogênea. Ficará um creme bem mole, leve-o à geladeira por algumas horas (é legal fazer à noite para o dia seguinte) para que adquira consistência e utilize com batatas, em salpicão, em tortas salgadas, com torradinhas etc.

Preparamos um vídeo bem rapidinho para vocês conferirem o passo a passo e verem como fica essa maionese deliciosa:

Muito bacana, né? Temos aproveitado muito essa maionese vegana maravilhosa por aqui! Esperamos que vocês também gostem.

Beijos, Letícia e Regina