Pão de aveia sem glúten

067b

Oi, gente! Semana começando com mais uma receita de pão! Oba! O de hoje é pão de aveia sem glúten. Isso mesmo, com aveia e sem glúten! Nós compramos a nossa aveia na loja Natue, que é super parceira aqui do blog e recomendamos com os olhos fechados, porem confiar. Além de ser gluten free, é também sem lactose, ovo, soja e fermento biológico. Ah, e é também vegano! Tudo de bom, não é mesmo? Quer mais qualidade desse pãozinho muso? É MOLEZA de fazer, basta juntar todos os ingredientes, bater na mão mesmo e levar a assar, nada de perder tempo esperando crescer. Rapidinho você tem seu pão quentinho e pronto para se deliciar! Então bora anotar a receita dessa lindeza! 😉

Ingredientes

1 “ovo” de linhaça – substituto do ovo de galinha (receita aqui)
½ xícara de farinha de amêndoas (ou a farinha de outra oleaginosa de sua preferência) *DICA: ao comprarmos a farinha de amêndoas, colocamos em uma fôrma para dar uma torradinha (bem pouco, só até ficar mais douradinha) e depois de torrada acrescentamos um pouquinho de açúcar de baunilha, fica simplesmente perfeito! Você pode acrescentar também essência/extrato de baunilha, mas aí adicione no início, pois deve torrar junto com a farinha, fica uma perfeição!!!
½ xícara de aveia sem glúten (encontre AQUI)072b
½ xícara de fécula de batata
1 xícara de farinha de arroz integral
2 colheres (sopa) de óleo vegetal (usamos o de girassol)
1 pitadinha de sal (apenas para realçar o sabor)
3 colheres (sopa) de melado
1 colher (sopa) de fermento químico
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 ½ xícaras de leite de arroz (receita aqui)

Modo de fazer

Num recipiente, comece misturando o melado, o óleo e o “ovo” de linhaça. Em seguida, adicione o restante dos ingredientes (deixando o fermento e o bicarbonato por último) e misture bem, até obter uma massa homogênea. Despeje em uma fôrma untada e polvilhada com farinha de amêndoas, polvilhe aveia sem glúten sobre o pão e leve-o a assar em forno preaquecido a 200 °C por 25-35 min. (faça o teste do palito).

Confiram o vídeo a seguir com o passo a passo detalhado da receita:

Ele fica extremamente saboroso, tá no Top 5 dos pães que já fizemos. Além disso, a cor fica linda por causa do melado!!! Ele foi aprovadíssimo por aqui, bom demais! Ah, uma dica é congelar o pão, já que, por não ter conservantes e nem glúten (que também ajuda a conservar), ele estraga mais rápido que os pães que compramos prontos. Eu já congelo cortado em fatias, aí descongelo e conservo em geladeira. Quando vou comer, apenas esquento uns 15 segundinhos no micro-ondas e fica perfeito.

Esperamos que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Anúncios

Homus tahine

051b

Oi, gente! Semana começando com receita saudável e cheia de ingredientes do bem. Essa receita foi criada pelo time de nutricionistas da Natue especialmente para o SOS Intolerante, bacana né? Muito saudável, deliciosa e, claro, sempre sem glúten, sem lactose, sem ovo, sem soja. Ah, e fácil-fácil de fazer! 😉 Bora anotar os ingredientes e se deliciar!

Ingredientes

2 xícaras de grão-de-bico
100g de tahine (encontre AQUI)
¼ de xícara de azeite de oliva
3 colheres (sopa) de amaranto em flocos (encontre AQUI)
Suco de 1 limão
1 xícara da água do cozimento do grão-de-bico
Sal, pimenta e manjericão (ou outros temperos) a gosto

Modo de fazer

O primeiro passo é deixar o grão-de-bico de molho por cerca de 4 horas. Descarte a água do molho, lave o grão-de-bico e o cozinhe por cerca de 45 minutos (ou por 10 minutos em panela de pressão). Reserve 1 xícara da água do cozimento. Depois, coloque todos os ingredientes no processador e bata bem até virar um creme homogêneo. A dica é ir adicionando a água do cozimento aos poucos na hora de bater, assim você pode dosar a consistência que quiser: e preferir uma pasta mais mole, é só adicionar mais água do cozimento; se optar por algo mais consistente, coloque menos água.

046b

Para acompanhar, como vocês podem ver nas fotos, usamos biscoitos de arroz deliciosos da marca Scotti, eles são mais fininhos, bom demais. Vocês podem encontrá-los AQUI.

Prontinho, só isso! Muito fácil, não é mesmo? Ah, e para quem não curte muito tahine, pode diminuir a quantidade numa boa, assim não fica com o sabor “amarguinho” tão acentuado.

Esperamos que tenham gostado dessa receita especial que a Natue preparou e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Cookies com pasta de amendoim

IMG_6700b

Oi, genteee! A receita de hoje é deliciosaaaaa demaissss: peanut butter cookie, o famoso cookie com pasta de amendoim!!! Pasta de amendoim é vida, agora imagina maravilhosos cookies com pasta de amendoim. Apenas juntamos uma coisa incrível com outra mais incrível ainda. E o melhor: tudinho sem glúten, sem lactose, sem ovo, sem soja e vegano! Quer mais? É facílimo de fazer, daquelas receitas em que você juntas tudo, mistura e leva a assar. Corre anotar que essa é top!

Ingredientes

1 “ovo” de chia (uma colher de sopa de chia de molho em três colheres de sopa de água mineral por 20 minutos)IMG_6703b
6 colheres (sopa) cheias de pasta de amendoim natural (sem açúcar)
6 colheres (sopa) de açúcar de coco
1 colher (sopa) de cacau
1 colher (café) de sal
¾ xícara de fécula de batata
½ xícara de farinha de arroz
1 colher (sopa) de fermento químico

Modo de fazer

Comece misturando o “ovo” de chia, a pasta de amendoim e o açúcar de coco. Em seguida, adicione os demais ingredientes e misture bem, até que vire uma massa homogênea. Molde os cookies e leve a assar em fôrma forrada com papel-manteiga em forno preaquecido a 180 ºC por 10-15 minutos.

Prontinho! Aí é só se deliciar com seus cookies fofinhos, macios e muuuuuito saborosos! E sem enfiar o pé na jaca, né? Receita boa e saudável, nham! 🙂

IMG_6702b

PS: Alguém percebeu que estamos num caso de amor com a fitinha quadriculada? Ela tá marcando presença em todas as receitas! hahahaha 😀

Esperamos que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Pão de sementes germinadas

image2b

Semana começando com pãozinho saindo do forno! E esse é muito bacana, além de ser sem glúten, sem lactose, sem ovo, sem soja e sem fermento biológico, fizemos com sementes germinadas, o que agrega ainda mais valor nutricional ao pão – e o torna muito saboroso! 😉 É bem tranquilo de fazer, você precisa apenas se preparar antecipadamente para deixar as sementes germinando de um dia para o outro. Aí é só correr para cozinhar e preparar essa delícia! Para criar essa receita nós no baseamos no pão da Silvana Morais, porém mudamos alguns ingredientes e adaptamos para as minhas intolerâncias; a receita da Silvana vocês conferem aqui.

Ingredientesimage8b

1 colher (sopa) de fécula de batata
2 colheres (sopa) de farinha de amêndoas (ou qualquer farinha de outra oleaginosa)
3 colheres (sopa) de farinha de arroz
1 colher (sopa) de polvilho doce
1 colher (sopa) de fubá
3 colheres (sopa) de açúcar mascavo
1 colher (sopa) de fermento químico
1 colher (sobremesa) de óleo de girassol
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 ½ xícaras de leite vegetal (usamos o de arroz – receita aqui)

Sementes que usamos:

2 colheres (sopa) de semente de chia
2 colheres (sopa) de semente de quinoa
2 colheres (sopa) de semente de linhaça

image4bModo de fazer

Comece o processo no dia anterior, pois as sementes precisam germinar por 24h. Basta juntar todas as sementes e deixá-las de molho em 1 xícara de água mineral em uma bacia ou recipiente fechado. Coloque dentro do armário ou forno para abafar. Deixe até o dia seguinte. Aí é só juntar as sementes a todos os ingredientes (adicione o fermento e o bicarbonato por último) e vá mexendo muito bem, com uma colher ou as mãos, até que fique uma massa homogênea. Leve a assar em uma fôrma de pão untada e polvilhada com fubá em forno a 200 ºC por 20-25 minutos (faça o teste do palito para conferir se seu pão está pronto). Você pode também polvilhar fubá sobre o pão antes de assar, nós fizemos isso (como vocês podem ver nas fotos) e achamos que ele fica menos rachado, mas é opcional.

Muito fácil, né gente? Não tem erro mesmo!!! Você pode usar as sementes de sua preferência, uma versão salgada desse pão com semente de gergelim ficará incrível. 😉

image6b

Esperamos que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Farofa.la – Snacks saudáveis

f1

Oi, genteee! O post de hoje é uma dica maravilhosa para quem curte snacks, mas não quer fugir da dieta ou opta por uma alimentação saudável. Semana passada recebemos uma caixinha recheada de delícias da Farofa.la (quem nos segue no SnapChat viu em primeira mão, segue lá, somos sosintolerante 😉 ). Nós simplesmente nos apaixonamos!!! Recebemos a caixa Gluten Free, que também era sem lactose e vinha ainda com snacks veganos.

Bom, vamos começar pela explicação. A Farofa.la é uma caixa mensal de snacks saudáveis. Todo mês você recebe na sua casa uma caixinha com 10 snacks variados. Você ainda pode escolher a caixa que mais se encaixa com o que você prefere: Gluten Free, Zero Lactose, Vegana, Mega Snackbox, Giga Snackbox ou a Avulsa. São muitas opções, para todos os gostos! 🙂 Você também pode escolher os snacks que quer ganhar, assim não tem erro, perfeito!!!

f2Na minha caixinha vieram os seguintes snacks: Biju de Coco, Telhinhas de amaranto, Top nachos, Chips refrescantes e Dadinhos de amendoim. Todos foram absolutamente aprovados pela família toda!!! São bem crocantes, fresquinhos e saborosos, provando que produtos saudáveis também são incrivelmente bons. Os meus favoritos foram os Dadinhos da amendoim (perfeição, amei!), o Top nachos (delicioso demais) e os Chips refrescantes (viciante!!!).

A proposta da Farofa.la é incrível, só produtos de qualidade, e tudo sem conservantes artificiais, sem corantes artificiais, sem adoçantes artificiais, sem aromas artificiais, sem açúcar refinado e sem gordura hidrogenada!

E tem mais! A embalagem é sensacional!!! Vem em pacote fofíssimo, com lacre tipo ziploc, que conserva seus sancks por muito tempo. Você come uma porção e pode guardá-los na própria embalagem, perfeito para levar para todos os lugares, deixar na bolsa, no escritório. Amei essa praticidade!

Viramos fã assumidas da Farofa.la! E, não, eles não estão nos pagando por este post. Estamos escrevendo por conta f3própria, porque coisa boa a gente precisa divulgar! Empresas assim merecem todo nosso respeito, pois elas nos oferecem produtos reais, comida de verdade, sem aquele monte de porcarias que muita indústria alimentícia coloca nos alimentos e nos vende na maior enganação.

E os leitores do SOS Intolerante ganham 15% desconto, basta usar o cupom SOSI9999 na sua compra. Maravilha, né? 🙂

No site vocês encontram todas as informações necessárias com mais detalhes, qualquer dúvida é só mandar e-mail, conversar via chat ou ligar, eles são muito simpáticos e vão lhe ajudar no que for preciso. 🙂

Ah, vale ressaltar que os snacks são isentos de glúten, porém são feitos em local onde também se faz snack com glúten, então pode haver contaminação cruzada. Por isso, se você for celíaco, fique atento.

Esperamos que tenham gostado dessa dica!

Beijos, Letícia e Regina

PS: Este post não é um publi remunerado, nós não recebemos nenhum valor monetário da marca, apenas ganhamos os produtos da própria Farofa.la e estamos compartilhando a nossa opinião verdadeira com vocês.

Torta de legumes rústica de frigideira

IMG_6602b

Oi, pessoal! A receita de hoje é uma excelente opção para aqueles dias que você tem um  monte de arroz e legumes prontos na geladeira, quer comer algo diferente e prático, mas não sabe o que fazer. Bora juntar tudo e fazer uma deliciosa Torta de legumes rústica de frigideira! Pensa numa coisa boa, agora multiplica por mil! Sério, fica deliciosaaaa! Essa receita é sem glúten, sem lactose, sem ovo, sem soja e vegana. Além disso, é uma maneira bacana de começar a comer diversos legumes, para quem não é muito fã assim fica fácil de consumi-los. 😉 Você pode usar quantos legumes quiser; quanto mais, melhor, mas também pode fazer com um ou dois, a torta é bem versátil! Aqui em casa é sempre feita, às vezes até faço uma minitorta usando uma frigideira beeeem pequena (tipo omeleteira), muito boa! Para fazer a da receita que compartilharemos com vocês usamos uma frigideira bem grandona, mas você pode fazer com a que tiver em casa (se sua frigideira for menos, faça duas, três ou quantas tortas quiser).

Ingredientes

1 ½ xícaras de arroz integral (ou qualquer outro de sua preferência) cozido e frioFullSizeRender2
2 substitutos dos ovos (“ovos” de linhaça – receita aqui)
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 colher (chá) de ervas finas
1 colher (chá) de pimenta em pó
1 colher (sobremesa) de sal rosa
1 ½ xícaras de leite vegetal (usamos o leite de arroz – receita aqui – ou você pode usar água)
1 colher (chá) de fermento químico
1 abobrinha ralada
1 cenoura crua ralada
1 colher (sopa) de salsinha e cebolinha
1 colher (sopa) de alho-poró
2 colheres (sopa) de farinha de grão-de-bico
4 colheres (sopa) de farinha de arroz integral
2 colheres (sopa) de polvilho doce
1 colher (café) de semente de chia

Modo de fazer

Em uma vasilha, junte todos os ingredientes e misture bem, até ficar homogêneo (a consistência da massa é mais mole, como uma massa de bolo). Disponha em uma frigideira untada leve a cozinhar no fogão em fogo bem baixo (tampe a frigideira, vai facilitar o cozimento). Quando estiver firme, vire para assar dos dois lados (sempre uso uma espátula grande para virar ou, se sinto que vai quebrar, coloco num prato e depois volto à frigideira, o importante é ir com cuidado para não quebrar). Cozinhe bem dos dois lados, até que fique douradinha.

Prontinho! Bom demais, hein gente? Façam em casa, vocês vão viciar e vão querer fazer sempre.

Beijos, Letícia e Regina

Flan vegano

IMG_6413b

Oi, gente! Sexta-feira chegou, ueba, e com ela veio uma receita maravilinda: flan! E esse é vegano (sem lactose, sem ovos) e sem glúten! Tem coisa melhor? Comer sem alergia não tem preço!!! 🙂 Esse flan fica delicioso, com gostinho de baunilha, bom demais. Corre que dá para fazer de sobremesa do almoço de domingo!

Ingredientes caldaIMG_6417b

1 xícara de açúcar demerara

Ingredientes flan

700ml de leite de amêndoas
2 colheres (chá) de essência de baunilha
1 xícara de açúcar demerara
2 colheres (café) de canela em pó
3 colheres (sopa) de amido de milho
1 colher (café) de fermento químico

Modo de fazer

Comece caramelizando a calda: basta colocar o açúcar numa fôrma de furo no meio e levar ao fogo baixo até caramelizar (como calda de pudim mesmo). Reserve. Agora o flan: Em uma panele, caramelize a xícara de açúcar. Em seguida, adicione o leite de amêndoas, a baunilha e a canela e deixe dissolver bem o caramelo. Quando o caramelo já estiver bem dissolvido, engrosse com o amido de milho e, por último, acrescente o fermento. Cozinhe bem até que fique homogêneo e despeje, ainda quente, na fôrma caramelizada. Leve a assar em forno a 200 ºC por 30 minutos. Espere esfriar e leve à geladeira. Desenforme apenas no dia seguinte (ou num intervalo de 8h).

Muito fácil, não é mesmo? Moleza, não tem erro! E fica muito saboroso! Experimentem!!! 🙂

Esperemos que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

 

 

Torta de doce de leite com paçoca

049bb

Oi, gente! Vocês se lembram do post que fizemos contando que havíamos recebido os produtos da Itambé Nolac? E quem se lembra da torta linda que mostramos (como esquecer???)? Pois hoje viemos compartilhar a receita da torta de duplo recheio de leite condensado cozido com paçoca e cobertura de ganache de chocolate! Ô lindezaaaa! A torta foi toda feita usando os produtos da linha Nolac da Itambé, então é sem lactose, além de ser sem glúten e sem ovo. 004bUsamos o máximo de produtos da linha (leite, bebida láctea de chocolate, leite condensado e creme de leite), pois queríamos testar tudinho. O sabor é incrível, claro que, mais uma vez, colocamos à prova com intolerantes e não intolerantes e adivinhem… foi aprovada por TODOS!!! Até quem torcia o nariz para receitas sem lactose, glúten e ovo se esbaldou nessa torta, ficou divina! Separamos o passo a passo por partes, para que fique bem explicadinho. Além disso, fizemos essa torta em vídeo também, assim vocês podem visualizar todos os momentos. Confiram!

Ingredientes (massa)

3 colheres (sopa) de manteiga ghee
2 xícaras de açúcar demerara pulverizado
3 “ovos” de linhaça (substituto do ovo de galinha, receita aqui)
2 xícaras de leite semidesnatado Itambé Nolac
3 xícaras de farinha de arroz
½ xícara de farinha de amêndoas
½ xícara de fécula de batata
1 colher (sopa) de fermento químico
100 ml da bebida láctea de chocolate Itambé Nolac

Ingredientes (recheio)060b

1 lata de leite condensado sem lactose Itambé Nolac
1 lata de creme de leite sem lactose Itambé Nolac
6 paçocas
1 xícara de farinha de amendoim (ou aumente a quantidade de paçocas)

Ingredientes (cobertura)

1 lata de leite condensado sem lactose Itambé Nolac
1 lata de creme de leite sem lactose Itambé Nolac
250 g de chocolate sem lactose

Modo de fazer (recheio)

O primeiro passo é fazer o seu recheio, pois ele precisa esfriar. Para isso você vai cozinhar as latas de leite condensado (lembre-se de tirar os rótulos!) na panela de pressão por cerca de 1 hora (cozinhamos bastante, isso deixar cor de chocolate e fará com que fique mais consistente). Espere sair a pressão e deixe esfriar antes de abrir. Na batedeira, junte as duas latas de leite condensado cozido com uma lata de creme de leite sem soro (deixe na geladeira para facilitar a retirada do soro, que fica embaixo, então é só fazer furinhos no fundo da lata e escorrer o soro) e bata até obter um creme homogêneo. Em seguida, acrescente as paçocas trituradas e a farinha de amendoim e misture bem até incorporar. Reserve.

Modo de fazer (cobertura)052b

Você deve começar deixando o creme de leite na geladeira, para retirar o soro. Derreta o chocolate sem banho-maria ou no micro-ondas, espere esfriar a adicione o creme de leite. Misture bem até que fique homogêneo. Reserve.

Modo de fazer (massa)

Na batedeira, junte o açúcar demerara, os “ovos” de linhaça e a manteiga ghee; bata bem até obter um creme homogêneo. Em seguida, acrescente os demais ingredientes (exceto o fermento) e bata muito bem. Por fim, adicione o fermento e bata pouco, apenas para incorporá-lo à massa (no vídeo vocês verão a consistência da massa). Leve a assar numa fôrma de furo no meio, que deve estar untada e enfarinhada, em forno a 200 ºC por cerca de 30-35 minutos.

Montagem da torta

Com a massa já fria, você irá cortar em fatias e depositar em uma fôrma de fundo removível que estará forrada com papel-manteiga. Você irá forrar todo fundo da fôrma de fundo removível, como se fosse a primeira cama da torta; atente para não deixar nenhum espaço sem bolo, para que o recheio não vaze (veja esse processo no vídeo a seguir). Umedeça essa primeira camada da massa com a bebida láctea de chocolate, isso vai dar um gostinho todo especial.054b Adicione a primeira camada de recheio. Faça mais uma camada da massa do bolo, como fizemos da primeira vez, pressione para aderir bem ao recheio, umedeça com a bebida láctea e, em seguida, coloque mais uma camada de recheio. Por fim, monte a última camada de bolo, que também será umedecida com a bebida láctea. Cubra com papel-alumínio e leve ao congelador por 5 a 6 horas ou de um dia para o outro. Desenforme a torta, retire o papel-manteiga com cuidado e coloque a cobertura. Finalize polvilhando paçoca triturada sobre a torta e decore (caso você queira) com uma fita, o que deu um charme à parte. 🙂

Assistam ao vídeo para conferir detalhadamente o passo a passo dessa torta:

Hmmmm, que delícia, né gente? Ficou boa demais!!! E você pode variar como quiser: o recheio, por exemplo, pode ser brigadeiro; em vez da paçoca, pode-se usar morangos. É só utilizar a criatividade e se deliciar com essa torta #Nolac! Os intolerantes piram!!!

Queremos agradecer de coração à Itambé por ter nos enviado tantos produtos incríveis da linha Nolac e por ter confiado na opinião sincera do SOS Intolerante. Ficamos gratas demais quando nosso trabalho com o blog é reconhecido por empresas tão grandes e consolidadas. E estamos muito felizes em poder compartilhar com vocês nossa opinião e essa receita tão linda. É por essas e outras que fazemos o SOS Intolerante, para compartilhar com esse tantão de intolerantes as nossas dicas e invenções, e para que possamos nos alimentar de coisas deliciosas de verdade, porque intolerante não tem de comer coisas ruins só por ter restrição alimentar, isso ficou no passado, agora intolerantes podem comer maravilhosamente bem, o post de hoje foi a prova disso. Obrigada pelo carinho e por nos proporcionar tudo isso, Itambé! ❤

Esperamos que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

PS: Este post não é um publi remunerado, nós não recebemos nenhum valor monetário da marca, apenas ganhamos os produtos da própria Itambé e estamos compartilhando a nossa opinião verdadeira com vocês.