Muffin de banana

IMG_0108b

Oi, genteeee! O frio chegou ao Sul do Brasil e de brinde trouxe ainda muuuuita chuva; ou seja, clima perfeito para um bolinho no café da tarde, não é mesmo? Nesse tempo o nosso corpo pede uma comfort food bem quentinha e saborosa. Então bora aprender a fazer esse Muffin de banana sem glúten, lactose, ovo e soja (é também vegano) para se deliciar na hora do lanche. 🙂

IngredientesIMG_0103b

1 xícara de açúcar mascavo
2 “ovos” de linhaça (substitutos do ovo de galinha – receita aqui)
2 colheres (sopa) de óleo de girassol (ou outro vegetal)
1 e ½ xícara de leite de arroz (receita aqui)
1 colher (cafezinho) de canela
1 e ½ xícara de aveia sem glúten em flocos finos
1 xícara de farinha de amendoim
1 xícara de farinha de arroz integral
4 bananas médias picadas (usamos banana-branca)
1 colher (sopa) de fermento químico

Modo de fazer

Na batedeira, coloque o açúcar, o óleo e os “ovos” de linhaça e bata bem. Em seguida, acrescente o leite de arroz e as farinhas e misture bem, ainda na batedeira. Acrescente as bananas picadas e, por fim, o fermento e misture com uma colher até incorporar à massa. Disponha em forminhas de muffin/cupcake e leve a assar em forno preaquecido a 180 ˚C por cerca de 25 minutos.

IMG_0105b

Prontin! Moleza de fazer, né gente? E fica bom demais!!!!

Quanto à aveia, nós usamos a da marca Jasmine, que tem uma linha que alimentos sem glúten chamada Suply. Você encontra facilmente em supermercados e o preço não é abusivo, tenho comprado sempre dessa.

Esse bolo é maravideuso, você ainda pode polvilhar uma mistura de açúcar de canela por cima, fica tudibão! Se quiser, também pode congelá-lo, mas na hora de consumir é bom esquentar uns segundinhos no micro-ondas, pois o congelamento resseca um pouco a massa e ao esquentar ele volta a ficar fofinho e macio como feito na hora. 😉

IMG_0110b

Esperamos que tenham gostado dessa receita e até a próxima! 🙂

Beijos, Letícia e Regina

Tortinha de banana

FullSizeRenderrb

Oi, gente!!! Semana começando com ideia de uma sobremesa muito bacana para vocês: tortinha de banana, pasta de amendoim, cookies e chocolate! ❤ Todinha sem glúten, leite, ovo, soja e ainda é vegana! Ou seja, tudibão! 🙂 Essa sobremesa foi criada ao acaso. Eu e minha cunhada, a Polliana, havíamos pensado em fazer outro doce, mas, no fim, acabamos inventando essa tortinha e o resultado foi uma delícia! Confere só o passo a passo e como é simples de fazê-la.

Ingredientes massa/base

100 g (cerca de 1 xícara) de cookies batidos até virar quase farinha (qualquer cookie de sua preferência, nós usamos de amendoim – receita aqui)
2 colheres (chá) de cacau em pó 100%
2 colheres (sopa) de pasta de amendoim integral (receita aqui)

Modo de fazer massa/base

Triture os cookies no liquidificador até que virem uma farinha; acrescente o cacau e a pasta de amendoim e misture bem com as mãos, obtendo uma massa homogênea (se for necessário, acrescente mais pasta de amendoim para dar o ponto). Forre o fundo de 4 ramequins com essa massa e leve a assar em forno preaquecido a 180 ˚C por 5 min. Reserve.

Ingredientes recheioFullSizeRenderb

2 colheres (sopa) de pasta de amendoim integral (receita aqui)
3 bananas médias picadas

Modo de fazer recheio

Após retirar os ramequins do forno, espere esfriar e então comece a rechear. Primeiro, adicione a pasta de amendoim sobre a base. Por cima, as bananas picadas. Reserve.

IMG_9971bIngredientes cobertura

130 g de chocolate sem glúten/lactose (usei 85% cacau)
50 ml de leite de coco

Modo de fazer cobertura

Derreta o chocolate no micro-ondas ou em banho-maria; espere esfriar um pouco e misture ao leite de coco. Cubra todas tortinhas com essa ganache de chocolate e leve os ramequins à geladeira por pelo menos 6 horas. Sirva gelado.

Prontinho! Sobremesa prática e simples de fazer, sem mimimi e que fica absolutamente maravilhosa!! Além disso, você só usa ingredientes bacanas e saudáveis. Nada como um docinho sem mergulhar o pé na jaca, não é mesmo? 😉

IMG_9985b

Esperamos que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Nega Maluca (mini)

IMG_0239b

Oi, genteee! A receita de hoje é simplesmente a melhor nega maluca (versão mini) do mundooooo! Juro para vocês, ninguém dirá que é sem glúten/leite/ovo e vegana, ficou igualzinha à original. Essa receita foi invenção da mãe da intolerante, que resolveu transformar a receita normal dela de nega maluca numa versão para intolerantes. Alguns testes depois saiu essa maravilhosidade que viemos compartilhar com vocês! ❤

Ingredientes

2 “ovos” de linhaça (substitutos do ovo de galinha – receita aqui)
2 xícaras de açúcar demerara
⅓ xícara de óleo vegetal
½ xícara de cacau em pó
2 xícaras de farinha de arroz
½ xícara de farinha de amêndoas
½ xícara de farinha de amendoim
2 xícaras + ¼ de xícara de água fervendo
1 colher (sopa) de fermento químico

Modo de fazer

Em um bowl, junte todos os ingredientes (exceto a água e o fermento) e mexa bem. Vá acrescentando a água fervendo aos poucos, mexendo até esfriar um pouco a massa. Então, adicione o fermento químico e leve a assar em forminhas para cupcake/muffin em forno a 180 ˚C por cerca de 25 minutos.

Cobertura

100 g de chocolate sem glúten/lactose (usamos da marca Harald/Melken)
5 colheres (sopa) de leite de arroz (receita aqui)

Derreta o chocolate em micro-ondas ou banho-maria, misture o leite e disponha sobre os bolinhos. Por cima, finalizamos com granulado sem glúten/lactose. Esperamos esfriar e tiramos das forminhas.

IMG_0253b

Muuuuito molhadinho e fofinho!

Molezinha, hein gente? Nada de batedeira, suja pouca louça, muito prática de fazer. Nós optamos por usar forminhas de cupcake, fizemos mininega (ai essa nova ortografia kkkk) malucas, mas você pode usar uma fôrma de bolo grande, normal. A dica para usar forminhas menores é porque você pode congelar seus bolinhos, eles ficam ótimos do mesmo modo; e o bolo assim pitchuquinho é a porção ideal, não precisa ficar fatiando, é só colocá-los em saquinhos próprios para congelar. Quando for consumir, basta esquentar uns segundinhos no micro-ondas que fica fofinho e macio como feito na hora. 😉

IMG_0235b

Testem essa receita, testem-testem-testem, porque é simplesmente a melhor nega maluca da vida!!!

Esperamos que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Docinho Brigacoco

IMG_0080b

Oi, gente! Receita nova no ar e boa para fazer no feriado e comer de sobremesa: docinho de chocolate com coco, brigadeiro de coco, brigacoco! hahaha O nome não sei, mas o importante é que ficou delicideuso!!! Eu fiz sem querer e sem a menor pretensão, o resultado foi tão incrível que tive de repetir outras vezes e dividir com vocês também essa gostosura. Esse docinho é sem glúten, sem leite, sem ovo e vegano. Anota djáááá essa receita.

Ingredientes

3 colheres (sopa) de manteiga de coco (receita aqui)
50 g de chocolate sem glúten/lactose (usei 85% da marca Cachet)
1 colher (sobremesa) de melado (opcional)

Modo de fazer

Derreta o chocolate em micro-ondas ou banho-maria e misture à manteiga de coco (caso ela esteja endurecida, é só aquecê-la para voltar à consistência molinha). Se quiser, adicione o melado. Misture muito bem, faça bolinhas e leve à geladeira até endurecer. Sirva gelado ou retire apenas alguns minutos antes de servir, pois derretem um pouco.

IMG_0086b

Molezíssima, né gente? É um docinho saudável, prático, rápido e você pode deixar guardado no congelador porque dura um tempão, aí vai comendo quando der aquela vontade de doce.

Eu coloquei o melado só porque o pessoal aqui acha o chocolate 85% muito amargo (e era o único chocolate que eu tinha em casa), mas pro meu paladar não precisa não. Se você quiser, pode usar um chocolate com menos teor de cacau, aí ficará mais doce e também não será necessário adicionar melado. 😉

Esperamos que tenham gostado dessa receita e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Bolinho tipo Ana Maria (chocolate recheado com pasta de amendoim)

IMG_0409b

Oieee! Receita nova marideusa no ar! Bolinho tipo Ana Maria – sabor chocolate com recheio de pasta de amendoim! Isso mesmo, fizemos aquele bolinho recheado que vende no supermercado e ficou megaparecido, porém numa versão muuuuuuuuuito mais saudável, além de ser sem glúten, leite e ovos – ainda pode ser vegano, é só substituir a manteiga ghee por creme/óleo vegetal. Nós procuramos fazê-lo mais saudável mesmo, ele não é tão doce, e o recheio é sem açúcar (a pasta de amendoim usada é 100% integral).

A grande característica desses bolinhos Ana Maria é serem muuuuito macios e fofinhos (além de serem cheios de açúcar, gordura hidrogenada e ter um monte de ingrediente que a gente nem sabe o que é, ops), então criamos uma receita de bolo extremamente fofo. Acertamos em cheio, esse quesito ficou IGUALZINHO!!! É o bolinho mais macio do mundo, você jura que tem glúten. ❤

O recheio você pode fazer como preferir. A gente AMA pasta de amendoim, então bolo de chocolate com pasta de amendoim foi a nossa combinação perfeita. Mas você adapta ao seu paladar, é claro. 😉

IMG_0421b

Para dar o formato mais parecido possível, usamos forminhas de papel/papelão (como estas) de 10 cm de comprimento X 7 cm de largura. Você encontra em lojas de embalagens, de artigos para festa ou lojas que vendem fôrmas/panelas (eu encontrei numa loja de fôrmas no Mercado Público da minha cidade), mas pode usar forminha de cupcake também, sem problemas.

IngredientesIMG_0410b

2 “ovos” de linhaça (substitutos do ovo de galinha – receita aqui)
1 xícara de farinha de arroz
½ xícara de fécula de batata
½ xícara de polvilho doce
1 xícara de açúcar demerara
2 colheres (sopa) de manteiga ghee
½ xícara de cacau em pó
1 xícara de leite vegetal
1 colher (sopa) de fermento químico

Pasta de amendoim integral para rechear (receita aqui)

Modo de fazer

Comece batendo, na batedeira, o açúcar, os “ovos” de linhaça e a manteiga ghee. Após obter um creme homogêneo, acrescente as farinhas, o leite e, por último, o fermento químico. Coloque nas forminhas e adicione, com auxílio de uma colher de chá, a pasta de amendoim como recheio (vá colocando uma “faixa” apenas no meio e afundando um pouco com a colher). Leve a assar em forno a 180 ºC por cerca de 20 minutos. Espere esfriar bem para desenformar.

Rendimento: 11 bolinhos.

O bolinho fica super macio por pelo menos 5 dias – foi o máximo que consegui guardar para testar, o pessoal queria devorar tudo -, mas acho que dura bem por uma semana. Ele também pode ser congelado, porém depois de descongelar ele resseca um pouco, aí é só você aquecer uns segundinhos no micro-ondas que ele volta a ficar bem macio e fofinho como novo. 🙂

IMG_0423b

Uma dica é não exagerar demais no recheio. Como vocês podem ver nas fotos, em alguns nós colocamos muuuuita pasta de amendoim, e acabou aparecendo do outro lado do bolo (quase vazando); em outros colocamos a quantidade ideal para ficar só de recheio mesmo. É só colocar, afundar de leve com a colher e pronto. Mas colocar muito também não é problema, afinal, recheio nunca é demais! hahaha 😀

Moleza de fazer, né gente? Nada de complicação, é muito prático. Depois é só se deliciar com essas gostosuras!!! 🙂 Nós ainda vamos fazer outro numa versão, digamos, menos saudável para deixar o sabor mais parecido com o industrializado. Também será sem leite, glúten e ovo, porém queremos fazer com cobertura de chocolate e com um recheio mais doce. Aguardem! hehehe

Esperamos que tenham gostado dessa receita e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Rissoles de carne

061b

Oi, gente! Bora começar a semana com uma receita maravideusa: rissoles de carne! Isso mesmo, festa que é festa precisa de salgadinho, e os intolerantes também merecem uma festa compleeeeta, com tudo que temos direito! Esses rissoles são sem glúten, sem lactose, sem ovo e sem soja. Além disso, são assados, deliciosamente crocantes e saudáveis. 🙂

Ingredientes

½ litro de caldo de carne (retirado do cozimento da carne)065b
½ colher (sopa) de manteiga ghee
250 g de inhame cozido e amassado (você deve pesar a quantidade depois de cozinhar e amassar)
225 g de farinha de arroz

Fubá fino para empanar (ou farinha de linhaça dourada)

*Não adicionamos sal à massa porque o caldo de carne já estava salgado. Além disso, o recheio também já continha sal. Mas, se você quiser, pode adicionar mais sal a gosto.

Modo de fazer

Em uma panela, junte o caldo de carne, a manteiga ghe e o inhame e deixe ferver essa mistura. Após ferver, adicione a farinha de arroz aos poucos, mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela. Desligue o fogo e deixe esfriar bem para conseguir modelar seus rissoles. Abra a massa entre plásticos (evita quebrar) com um rolo de macarrão. Usamos um pires redondo para cortar e medir o tamanho (assim todos os rissoles ficam iguais), recheamos com uma porção de carne, fechamos no meio e apertamos bem as pontas, para não abrir (veja esse passo a passo no vídeo a seguir). Passamos cada rissole no fubá fino (caso não esteja grudando, umedeça o rissole com um pouco de água) e levamos a assar em forma forrada com papel-manteiga e untada (para garantir bem que não vá grudar nadinha) em forno preaquecido a 180 ˚C por cerca de 20-30 min.

Recheio: cerca de 200 g de carne moída, que refogamos com 1 cebola, 1 tomate; temperamos com salsinha, cebolinha, pimenta moída e sal a gosto. Enquanto estiver cozinhando, retire 1/2 litro da água do cozimento dessa carne. Depois de retirar o caldo da carne, deixe secar bem. Reserve.

Rendimento: 20 rissoles

No vídeo a seguir vocês podem conferir a receita completa e o passo a passo detalhado:

Fica bom demais, genteeee! Nós optamos por assar, mas você pode fritar ou utilizar a air fryer, também funciona e fica ótimo.

058b

Se quiser congelá-los, faça com os rissoles crus; depois é só descongelar e assar/fritar. Duram cerca de 3 meses congelados.

E para a festa completa, temos mais outras receitas de salgadinhos (só clicar em cada um para conferir as receitas):
Coxinha
Pastel frito de carne
Pastel assado de frango 
Rissoles de fubá/angu
Quibe frito
Empadinha de frango

Esperamos que tenham gostado de mais essa receita e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Torta de banana com chocolate

040b

Oi, pessoal! Receita maravideusa no ar: torta de banana com chocolate! Uma delícia totalmente sem glúten, sem lactose, sem ovo e sem soja. Se você quiser torná-la vegana, pode substituir a manteiga ghee pro creme vegetal e, voilà, uma sobremesa veggie saborosíssima! 🙂 Essa torta fica uma explosão de sabores, gente. A casquinha crocante, o recheio macio e docinho e a cobertura de “ganache” de chocolate para fechar com chave de ouro. Confiram só:

Ingredientes massa

¾ xícara de açúcar demerara
1 “ovo” de linhaça (substituto do ovo de galinha – receita aqui)
2 colheres (sopa) cheias de manteiga ghee
1 e ½ xícara de farinha de arroz
1 xícara de farinha de aveia sem glúten (se não tiver, é só triturar bem a aveia em flocos até virar farinha)
3 colheres (sopa) de água gelada
1 colher (chá) de fermento químico

Modo de fazer massa

Misture inicialmente o “ovo” de linhaça, o açúcar e a manteiga ghee. Assim que obtiver um creme homogêneo, adicione o restante dos ingredientes e mexa muito bem. Envolva a massa em plástico-filme e leve à geladeira por 30 minutos. Em seguida, molde a massa em uma fôrma de fundo removível (usamos uma de 26 cm de diâmetro) e reserve.

Ingredientes recheio035b

1 xícara de açúcar demerara
½ xícara de água
3 bananas-nanincas picadas (equivalente a 2 xícaras de bananas picadas)
1 colher (chá) de canela

Modo de fazer recheio

O primeiro passo é caramelizar o açúcar. Para isso, leve o açúcar ao fogo baixo em uma panela, mexendo sempre, até obter ponto de caramelo (veja no vídeo a seguir como fica). Acrescente a água, a canela e a banana e deixe cozinhar até desmanchar a banana. Despeje o recheio na torta e leve a assar em forno a 200 ˚C por cerca de 20 minutos.

Cobertura

200 g de chocolate 85% cacau sem glúten e lactose
¾ de caixa de creme de leite de soja

Derreta o chocolate e misture o creme de leite de soja. Depois, cubra a torta e a leve à geladeira por pelo menos 6 h. Sirva gelada.

No vídeo vocês podem conferir com mais detalhes todo o processo dessa torta:

Ah, eu testei congelar a torta e dá super certo. Confesso que mal conseguia esperar descongelar para comer, porque ficou DELICIOSA. Geladinha, nesse calorão que tem feito, fica ainda mais gostosa.

044b

Esperamos que tenham gostado de mais essa receita e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Bolacha recheada tipo Prestígio

041b

Parou o mundo com a melhor bolacha (ou biscoito, se você preferir hahaha) da vida: bolacha recheada tipo Prestígio! SIIIIIIIIM, nós fizemos uma bolacha recheada sem glúten, lactose, ovo, soja, com opção vegana e ainda saudável de verdade. Uma bolacha recheada que não é entupida de açúcar refinado, sem porcarias industrializadas e nada daquela gordura vegetal hidrogenada. Você e sua família podem consumir essa bolacha sem medo de ser feliz!!! 🙂

Ingredientes

½ xícara de açúcar demerara
2 colheres (sopa) de manteiga ghee (veganos, substituam por creme vegetal)038b
½ xícara de leite vegetal (usamos leite de arroz – receita aqui)
¼ de xícara de cacau em pó 100%
½ xícara de farinha de amêndoas
½ xícara de polvilho doce
1 e ½ xícara de farinha de arroz
½ colher (sobremesa) de fermento

Recheio

½ xícara de açúcar de confeiteiro
1/3 xícara + 1 colher de sopa de manteiga de coco (receita aqui)

Basta misturar muito bem e deixar em geladeira por 10 a 20 minutos antes de rechear as bolachas.

Modo de fazer

Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Enrole em plástico-filme e leve à geladeira por 30 minutos. Abra uma porção da massa entre plásticos (evita de ressecar), corte quadrados e leve a assar em uma fôrma forrada com papel-manteiga e untada em forno preaquecido a 180-200 ˚C por cerca de 20 minutos. Espere esfriar, recheie e pronto!

Rendimento: cerca de 15 bolachas recheadas.

No vídeo a seguir você pode conferir com mais detalhes todo o passo a passo da receita:

Sensacional, né genteeee? Ficou gostosa demais! E o recheio ficou muito bom, a consistência perfeita, e o sabor de coco ficou bem suave. A mistura da manteiga de coco com o açúcar de confeiteiro deixou o sabor mais suavizado, uma delícia! Mas, claro, se você não gostar de coco, pode usar essa bolacha como base e rechear com o que preferir ou até comer pura mesmo. 😉

039b

Para conservá-la, guarde em um recipiente bem vedado longe de calor e umidade. Ela dura cerca de uma semana (mas aqui em casa não durou dois dias, tive de esconder umas! kkkk 😛 ).

Esperamos que tenham gostado dessa receita e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Manteiga de coco caseira

como-fazer-manteiga-de-coco-3b

Oi, gente! Receita novinha em folha no blog, e, além de ser sem glúten e lactose, ainda é muito saudável, deliciosa e vegana: Manteiga de coco! Eu digo que é a prima da manteiga de amendoim, porque é igualzinha para preparar, o passo a passo é o mesmo, e você só precisa de coco e um processador. Vamos já para a receita e depois passo as informações importantes. 😉

Ingredientes

300 g de coco ralado seco/desidratado (usei este aqui, da Sococo)

Modo de fazer

Disponha o coco ralado em um processador de alimentos e processe até obter consistência mais líquida (como a pasta de amendoim). Você vai batendo e parando para mexer, tirar das bordas e deixar o processador dar uma “descansada”, se bater direto é capaz de queimá-lo, então cuidado. O processo demora cerca de 40-50 minutos (esse é o tempo no meu processador, que não é dos melhores, se você tiver um processador potente vai levar metade do tempo). Prontinho!

No vídeo a seguir mostramos o passo a passo e a consistência da manteiga de coco:

É muito fácil de fazer, né gente? Só precisa de um pouquinho de paciência. 😉 Seguem algumas receitas deliciosas que fizemos utilizando manteiga de coco:

011b

Importante:

 Dá certo apenas com o coco ralado seco/desidratado; ele não pode ser úmido, adoçado e nem desengordurado, muita atenção na hora de comprar porque as embalagens são quase iguais.

Nunca fiz com coco in natura, sempre utilizo os já prontos; não sei dizer o processo exatamente para fazer com a fruta, mas você terá de ralar o coco e secá-lo para depois processar e transformar em manteiga.

 Você conserva exatamente como pasta de amendoim, não precisa conservar em geladeira. Eu guardo em um pote de vidro bem vedado longe de calor e umidade. Já ficou 1 mês em perfeito estado. Quando acho que vou demorar demais para comer acabo colocando na geladeira, aí pode deixar meses.

Na geladeira ou em dias muito frios sua manteiga ira solidificar. Mas não tem problema, basta aquecê-la em banho-maria (ou até no micro-ondas) que ela volta a ficar líquida.

Esperamos que tenham gostado dessa receita e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina

Pão tipo Sírio – Flatbread

067b

Oiii, gente! Receita nova e superbacana no ar: pãozinho tipo Sírio/Árabe, o famoso flatbread dos gringos, só que numa versão sem glúten, leite, ovos, soja e fermento biológico!!! 100% própria para os intolerantes, uebaaaa! 🙂 Além disso, é vegano e muuuuuito saudável. Leva pouquíssimos ingredientes e é fácil demais de fazer. Confere só:

Ingredientes 069b

2 xícaras de farinha de aveia sem glúten*
1 e ½ xícaras de leite vegetal (usamos leite de arroz – receita aqui)
Sal a gosto (usamos 1 colher de chá, ficou bem suave)
1 colher (chá) cheia de fermento químico

Modo de fazer

Em um bowl, junte todos os ingredientes e misture bem até obter uma massa homogênea. Espalhe em uma frigideira untada e leve a cozinhar em fogo baixo até dourar dos dois lados.

*Se você não encontrar farinha de aveia sem glúten, basta triturar no liquidificador a aveia sem glúten até que ela vire farinha. 😉

Gravamos essa receita em vídeo mostrando o passo a passo detalhado:

Essa receita rende 4 pães tipo Sírio.

Você pode armazenar em geladeira por até 5 dias ou congelar (eu congelei em saquinhos plásticos próprios para freezer); na hora de consumir basta aquecer seu pãozinho em uma frigideira que ele volta a ficar delicioso, macio e fofinho como novo.

071b

E, claro, se você puder consumir glúten, pode fazer com aveia comum. Seu pão Sírio, além de muuuuito prático, vai ficar super baratinho. Fica a dica, hein! 🙂

Esperamos que tenham gostado de mais essa receita e até a próxima!

Beijos, Letícia e Regina